Profissionais de TI com semana de 4 dias de trabalho?

A área de Tecnologia da Informação (TI) tem crescido exponencialmente nos últimos anos, e, com isso, as empresas tem aumentado a procura por profissionais qualificados para atender às demandas da área. Mas ainda há pouco conhecimento a respeito de suas funções e de sua efetiva importância.

Como o próprio nome dá a entender, o profissional de TI possui como principal função a incorporação de tecnologias e recursos digitais, de modo a facilitar o dia a dia das empresas de todos os ramos de atividade, seja em âmbito público ou privado, além de aumentar a produtividade e reduzir os custos operacionais.

Assim, esse profissional é responsável tanto por gerenciar informações quanto por as criar e as distribuir em redes de computadores, além de lidar com a engenharia de software, hardware e com o processamento de dados.

Os profissionais da área de TI devem estar aptos para lidar com profissionais de outros setores, os quais receberão orientações a respeito do uso de softwares e administração de sistemas.

 

Proatividade será um diferencial

Entende-se que esses profissionais deverão possuir, além da proatividade, habilidades de comunicação, gestão e cultura organizacional. Deverão também observar o funcionamento dos estabelecimentos aos quais estão prestando serviços, de modo que a sua criatividade auxilie no aumento da demanda e da produção de conteúdo de modo eficiente.

 

O mundo de TI e as suas áreas de destaque

O setor de TI poderá abranger diversas áreas de atuação:

Banco de dados: o profissional que se especializa em administração de banco de dados, ou mesmo o especialista em servidores, possui a função principal de garantir a segurança e a integridade de todas as informações relacionadas à empresa, principalmente aquelas consideradas de caráter confidencial.

Infraestrutura: nessa forma de prestação de serviços, o profissional deve estar habilitado a manter os equipamentos da empresa em perfeito estado de funcionamento, de modo que haja conexão eficiente para não prejudicar o andamento da atividade empresarial.

Software: os programadores possuem a função de encontrar soluções para que a atividade se torne mais ágil, aumentando a produtividade dos empregados e criando mecanismos para suprir necessidades específicas do negócio.

Cientista de dados: tal área precisa ter afinidade com a estatística, e é aconselhável a quem queira desbravá-la possuir um domínio sólido na área antes de se aprofundar nas linguagens de programação. Quando o profissional começar a programar de fato, haverá várias linguagens disponíveis no mercado, sendo Python e R as mais populares atualmente.

Como se observa, há um leque de possibilidades para os profissionais de TI, tratando-se de uma das áreas que mais cresce no Brasil hoje em dia, e a demanda não é suprida, sobrando espaço no mercado de trabalho, de modo que as empresas do setor estão investindo em estudos para atrair profissionais qualificados.

 

E o home office continua?

A pandemia trouxe uma nova realidade para as empresas da noite para o dia, e o setor de TI foi um dos mais impactados nesse sentido. Muitas empresas precisaram fechar as portas e mandar os seus empregados para trabalhar em casa, isso quando a atividade assim permitia.

Mas, depois de três anos da pandemia, fato é que muitas empresas ainda optam pelo sistema de home office como medida para atrair novos profissionais, principalmente para o setor de TI.

É importante deixar claro, porém, que essa medida é uma escolha exclusiva do empregador. Cabe a ele, portanto, definir as regras para a sua implantação.

 

Trabalho em quatro dias na semana?

Com relação à sua jornada de trabalho, será analisada a demanda profissional, podendo ser firmado acordo entre as partes, desde que dentro dos limites constitucionais.

No Brasil, esse limite é de 8 horas diárias e 44 horas semanais, podendo ser distribuído de segunda a sábado.

Alguns sindicatos limitam a jornada do profissional de TI em 40 horas semanais, mas há empresas que estão adotando a jornada de 32 horas semanais. Tal redução visa humanizar o ambiente de trabalho, sem que haja redução da produtividade dos trabalhadores.

Nessa linha, muitas empresas ao redor do mundo estão testando a semana de quatro dias de trabalho, tratando-se de um estudo que surgiu na Nova Zelândia e já alcançou países como Reino Unido, Estados Unidos, Espanha e Austrália.

No Brasil, esse estudo chegou em 2023, e os testes serão conduzidos pela Reconnect Happiness at Work com a meta de reduzir a carga horária, mas manter a produtividade em 100%.

 

E a empresa é obrigada a adotar o estudo?

Como mencionado, trata-se apenas de um estudo, e as empresas não estão obrigadas por lei a segui-lo, mas as empresas de TI, se assim desejarem, poderão implementá-lo como medida para atrair profissionais.

De qualquer forma, estudos recentes ao redor do mundo constataram que o programa beneficiou os dois lados: os empregados, com melhoria na qualidade de vida, e os empregadores, que constataram um aumento significativo em suas receitas.

 

Saiba mais

Ainda não é cliente Econet? Então, solicite já um teste grátis para conhecer nossas ferramentas e ter acesso a conteúdos indispensáveis de forma clara e objetiva. Um de nossos representantes comerciais entrará em contato com você para lhe dar todo o suporte necessário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *